? ºC Tangará da Serra - MT

Agronegócio

29/11/2017 09:25 OLHAR DIRETO

Chineses devem investir na produção de grãos e gado em MT; grupo se reuniu com prefeitos e empresários

Investidores e representantes do governo chinês se reuniram na terça-feira (28), com prefeitos e produtores de grãos e de gado de Mato Grosso, para avaliar a possibilidade de investir no setor do agronegócio. No encontro, que aconteceu no Palácio Paiaguás, na Capital, a comitiva chinesa sinalizou interesse em contribuir na aquisição de mais silos para a estocagem de grãos.  Durante recente visita de negócios ao país, o governador Pedro Taques (PSDB), já havia anunciado investimento de R$ 1,5 billhão na construção de 30 silos de armazenamento de grãos no Estado.

 “A presidência de Shanxi está aqui como intermediadora. É um estado agricultor que abriga as principais empresas chinesas e vai apresentar nossos projetos para que essas empresas possam investir. É um importante resultado do trabalho que nossa delegação fez na China, no início do mês, em que o governador Pedro Taques coordenou esse trabalho de divulgação do nosso Estado”, destacou o presidente do Desenvolve MT, Mário Milton Ferreira.


De acordo com a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), a obra será feita pela empresa brasileira Fumagalli, que também acompanhou a comitiva de Mato Grosso na missão oficial à China. O grupo está em negociação com os investidores chineses por meio da consultoria B&F Group. A empresa Cofco Alimentos também anunciou que irá expandir seus negócios em Mato Grosso. A expectativa é dobrar a compra de soja do Estado no prazo de cinco anos. 


O vice-diretor da província agricultora de Shanxi, Zhao Zhijie, explica que esta região da China conta com 36 milhões de habitantes e é considerada a primeira na produção de cereais e grãos como milho, cevada, trigo, arroz e feijão, sendo este um cenário muito similar ao encontrado em Mato Grosso.


“Muito bom vir e ouvir o que Mato Grosso precisa e oferece de produção, indústria e podermos falar do ambiente que precisamos também para investir. Vamos levar agora às nossas empresas e com certeza encontraremos investidores interessados. Gostaria de convidar o governador, os prefeitos e empresários para visitar nossa Shanxi, pois serão recebidos com calor e amizade”, afirmou.


Os prefeitos e os produtores pontuaram os principais desafios do setor e a expectativa de melhorias na questão de logística, armazém de grãos e nos modais de transporte.“Passamos a admirá-los [os chineses] ainda mais pelas oportunidades que estão surgindo. Isso representa um atestado da nossa capacidade em produzir com sustentabilidade ambiental”, frisou o gestor do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária de MT (IMEA), Daniel Latorraca.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo