? ºC Tangará da Serra - MT

Agronegócio

05/12/2017 15:57 G1

Apicultores aprendem técnicas para beneficiar cera de abelha para aumentar a produção de mel em MT

Apicultores de mais de 30 municípios de Mato Grosso estão aprendendo técnicas para beneficiar a cera produzida pelas abelhas. O beneficiamento da cera aumenta a produtividade de mel e aumenta a renda dos apicultores.

Cerca de 60 apicultores participaram de seminário realizado na semana passada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com o intuito de aprimorar as atividades apicultoras e aumentar a produção de mel.

Em época de chuva, a produção de cera das abelhas é reduzida devido a baixa quantidade de flores disponíveis.

O consultor do Sebrae, Robson Souza Raad, durante o final da safra o beneficiamento da cera é intensificado, durante os últimos 90 dias antes da colheita de mel.

É necessário fazer a retirada dos favos de mel mais escuros. Um equipamento a vapor irá derreter essa cera que irá para um balde onde também se acumula água. O balde é colocado em uma caixa isotérmica onde a cera esfria lentamente, de modo que possa fazer a separação correta da cera que será beneficiada.

Em seguida, a cera é colocada em uma laminadora e depois modelada para ser colocada em um quadro de madeira, fixado com arames metálicos onde as abelhas devem produzir o mel.

"Esse beneficiamento se intensifica faltando uns 90 dias, para que possamos alimentar as abelhas", disse.

A partir do mês de maio de 2018, quando as abelhas começarem a fazer o mel, o beneficiamento da cera já estará concluído, com isso as abelhas não devem precisar produzir tanta cera e irão produzir mais mel.

De acordo com o apicultor, Sandro Celmer, para produzir um quilo de cera, as abelhas precisam se alimentar de sete quilos de mel.

"Elas precisam consumir sete quilos de mel e isso afeta o produtor", contou.

 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo