? ºC Tangará da Serra - MT

Agronegócio

24/01/2018 14:59 G1

Agricultores familiares investem em turismo rural para atrair visitantes e aumentar a renda em MT

O agricultor Dionísio Santana, que tem uma propriedade no município de Poconé, a 104 km de Cuiabá, explicou que recebe visitas de até 20 pessoas aos finais de semana. Ele tem um pomar com variedades de frutas, entre elas goiaba e jabuticaba.

Uma trilha está sendo construída no meio da mata para os visitantes que gostam de realizar caminhadas ao ar livre. Ele afirmou que um galpão também deverá ser construído para a produção de geléias e vinhos de jabuticaba.

"Quero construir um galpão, onde vai ter um restaurante e poderemos fazer geléias e vinhos da jabuticaba", afirmou.

A expectativa é que a nova lei estadual criada pelo Poder legislativo, que regulamenta o turismo rural na agricultura familiar possa incentivar a criação de novas atividades, como trilha e colheita de frutas para os visitantes.

Conforme a lei, as propriedades têm que ter em média 240 hectares e os proprietários devem ser os administradores diretos das terras. A lei também autoriza que o poder público defina as linhas de apoio financeiro e administrativo para as atividades.

O vice-presidente do Sindicato dos Guias de Turismo de Mato Grosso (Singtur), Dicésar Amaral, explicou que a lei deve ser analisada para que se tenha clareza sobre o consumidor direto e estabelecido o que será produzido nessas regiões.

"Essa lei ainda é vaga, ela não define o que é a agricultura familiar e também não informa o que deverá ser produzido", avaliou.

A nova lei considera como atividade de turismo rural na agricultura familiar a venda de produtos in natura e transformados, como o queijo, além de demonstrar o processo de produção. Serviços de alimentação, como restaurantes típicos e lanchonetes, e hospedagem também são autorizadas.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo