? ºC Tangará da Serra - MT

Cidades

11/01/2018 09:16 Diário de Cuiabá

Força Nacional de Segurança fica mais 180 dias em Juína

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJ) vai manter por mais 180 as ações da Força Nacional, em Juína (720 quilômetros, ao noroeste de Cuiabá). Assinada pelo ministro Torquato Jardim, a decisão atende solicitação do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), que circulou na última terça-feira (9). 

A medida visa reforçar a segurança e garantir a continuidade do combate e enfrentamento de crimes ambientais na Amazônia, região onde é realizada a operação “Onda Verde”, uma fiscalização permanente do Instituto Brasileiro do Meio e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) nas áreas com maior índice de desmatamento ilegal. 

Em novembro do ano passado, por exemplo, uma caminhonete do Ibama, que estava estacionada no Distrito de Guariba, localizado no município de Colniza (1.080 quilômetros da capital), foi queimada. O incêndio da viatura ocorreu durante operações de fiscalização ambiental realizadas em unidades de conservação e terras indígenas do estado. O crime teria sido cometido por madeireiros. 

Não houve feridos. Mas, após, a equipe que atua no combate à exploração e comércio ilegal de madeira e desmatamento irregular, retornou para Juína sob a escolta da Força Nacional. Entre Colniza e Juína, onde fica a sede do Ibama, são 319 quilômetros. 

Antes, em 7 de julho, um caminhão-cegonha com oito caminhonetes do Ibama foi incendiado em Cachoeira da Serra, distrito de Altamira (PA), perto da divisa com Mato Grosso, na BR-163. O atentado também ocorreu após operações de fiscalização que resultaram em redução de 54% do desmatamento no eixo da BR-163, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). 

Porém, mesmo com as ações criminosas, o Ibama garantiu que as fiscalizações continuariam. Conforme informações do MJ, o papel da Força Nacional é garantir a segurança de servidores do Ibama nas ações de combate aos ilícitos ambientais para preservar a ordem pública, a incolumidade das pessoas envolvidas e o patrimônio da União. 

"A operação ‘Onda Verde’ também tem o objetivo de combater o comércio ilegal de madeira e crimes em geral. As ações também têm apoio da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e dos órgãos locais de segurança pública dos estados", disse o secretário nacional de Segurança Pública, general Carlos Alberto Santos Cruz. 

Inicialmente, a operação foi realizada em Novo Progresso, no sudoeste do estado do Pará, entre julho e outubro de 2017. A partir daquele mês, as equipes foram transferidas para Itaituba, no sudoeste paraense. Após, para Juína, e, ainda para Humaitá, no sul do Amazonas. 

Coordenada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/MJ), a Força Nacional de Segurança Pública é um programa de cooperação federativa de auxílio à segurança pública em qualquer ponto do país. Atualmente, a Força desenvolve 16 operações em 10 estados. 


Redes Sociais

Titulo fixo

Jornal Tangará Online

Avenida Historiador RUBENS DE MENDONÇA EDF - OFFICE TOWER -SALAS 1001 E 1002 Cuiabá MT
Fone (65) 3052-6030
E-mail: redacao@tangaraonline.com.br

EMC-Empresa Milas de Comunicação 
CNPJ 10.935.231/0001-40
e-mail :maykommilas@gmail.com

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo