? ºC Tangará da Serra - MT

Cultura

15/09/2017 13:56 Gazeta Digital

Encontro nacional de violeiros começa hoje

Durante duas noites a moda de viola e o sertanejo raiz dominam as atençoes na Capital com a 3a ediçao do Encontro Nacional de Violeiros em Cuiabá, que será realizado nesta sexta e no sábado (15 e 16), no Ginásio Aecim Tocantins, com entrada franca. E o evento já começa em grande estilo com apresentaçoes de ícones do genero, como As Galvao, Divino & Donizete e Goiano & Paranaense, além da eclética Orquestra Viola Divina e da dupla destaque no segundo encontro, Di Brandao & Junior Moreno.

Elas já participaram do Encontro Nacional de Violeiros e é justamente por isso que estao de volta. De acordo com a organizaçao do evento, foram tantos pedidos para que As Galvao se apresentassem mais uma vez que nao havia como nao atender. Mary Zuil Galvao e Marilene Galvao sao uma unanimidade dentro do sertanejo, consideradas verdadeiras musas do genero que há 70 anos iniciaram uma vitoriosa carreira e ajudaram a popularizá-lo.

As irmas paulistas começaram ainda crianças, tendo como marco inicial da carreira a participaçao num programa da Rádio Club Marconi, de Paraguaçu Paulista, no ano de 1947, incentivadas pelos pais. Nao demorou até que chegassem a famosa Rádio Nacional e depois a Rádio Bandeirantes. Já bem conhecidas gravaram o primeiro 78 rotações pela RCA Victor e passaram a ter uma agenda concorrida de shows.


Depois da RCA vieram Chantecler, CBS, Phillips, Continental, Warner e Atraçao e casa lotadas onde quer que fosse, circos (palcos bastante comuns a época para shows musicais), estúdios de rádios, teatros, ginásios, clubes, casas de cultura, praças. Por onde passavam As Galvao deixavam impressos o valor, a dignidade e o respeito com que a música sertaneja pode e deve ser levada ao público, seja ele urbano ou rural. E é o que se pode esperar esta noite de seu show.

A dedicação ao sertanejo em sua essência também é marca de outra dupla que volta, atendendo a muitos pedidos: Divino & Donizete. Caminhando para os 45 anos de carreira, os irmãos ocupam um lugar especial na história do sertanejo. Uma história que tem como marco inicial o lançamento do primeiro disco, em 1974, e como As Galvão fizeram grande sucesso na extinta Rádio Nacional.

Divino, dono de uma voz grave e perfil de grande cantador, é considerado um dos maiores violeiros da atualidade. Participou como instrumentista em vários discos, de nomes como Chitãozinho & Xororó, Tião Carreiro & Pardinho, Teodoro & Sampaio, entre outros. Donizete tem mais de 700 obras gravadas por vários intérpretes de renome nacional (Tiao Carreiro & Pardinho, Liu & Leu, Felipe & Falcão, João Carreiro & Capataz, Chico Rey & Paraná, etc.), sendo apontado como um grande criador de sucessos.

Ao longo dos anos a dupla nunca fugiu de suas origens, mas também nunca teve medo de ousar em lançar discos bem ecléticos, tais como Perfil Sertanejo (2008), Os Violeiros do Brasil (2010), Violada Bruta (2012) e Raízes do Amor (2014). A dupla foi ousada em unir o ritmo dos pagodes de viola com as batidas da bateria e os timbres das guitarras e criar a “pagodeira”, o que agradou o público jovem. Hoje o show da dupla Divino & Donizete é um dos mais contagiantes do gênero sertanejo. 

A lista de veteranos do sertanejo desta noite fecha com Goiano & Paranaense, que lançou seu primeiro LP em 1988, intitulado Lágrimas de Pai. O álbum trazia composições de Lourival dos Santos, Tião Carreiro, Amaraí, Léo Canhoto, Joel Marques, Toni Viola, Domério de Oliveira e muitos outros, além do próprio Goiano. O segundo LP, no entanto, só foi lançado seis anos depois, em 1994. Nesse período, entre diversos shows, Goiano e Paranaense sofreram um acidente de carro nas proximidades de Orlândia (SP).

A dupla se desfez no início de 2008, depois de mais alguns discos lançados. Cada um resolveu fazer parceria com outros cantores, mas o destino falou mais alto e, no primeiro semestre de 2009, Goiano e Paranaense voltaram a cantar em dupla novamente, anunciando novo CD para alegria de seus fas. Pouco tempo depois, uma nova separação fez surgir a dupla Divino & Paranaense, que gravou apenas um disco. Paranaense então formou a dupla Alexandre & Paranaense, enquanto Goiano arranjou outro parceiro, mantendo o nome e lançando dois novos trabalhos. Entre idas e vindas, a dupla produziu alguns dos mais importantes momentos do sertanejo, que prometem mostrar para o público logo mais.

A noite conta ainda com apresentaçao da Orquestra Viola Divina, de Rondonópolis (MT), sob a regencia de seu criador, Pedro Barbosa, da dupla Di Brandao & Junior Moreno, revelaçao da segunda ediçao do Encontro, e show de Catira.

Serviço

O 3o Encontro Nacional de Violeiros em Cuiabá, uma realização do Grupo Gazeta de Comunicação, com apoio do Governo do Estado de Mato Grosso e Assembleia Legislativa de Mato Grosso, será realizado na sexta e no sábado (15 e 16 de setembro), a partir das 19h, no Ginásio Aecim Tocantins, com entrada franca.

A noite conta ainda com apresentação da Orquestra Viola Divina, de Rondonópolis (MT),  sob a regência de seu criador, Pedro Barbosa, da dupla Di Brandao & Junior Moreno.

 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo