? ºC Tangará da Serra - MT

Curiosidades

10/10/2017 14:56 OLHAR Conceito

Santa Rosa realiza caminhada de conscientização

Uma caminhada em prol da conscientização sobre o Outubro Rosa e o Novembro Azul acontece em Cuiabá no próximo dia 21, sábado, a partir das 7h da manhã. Com organização do Hospital Santa Rosa, a caminhada pretende reunir 200 participantes, dentre colaboradores, parceiros e população em geral.

Esta será a segunda edição da caminhada, que tem por objetivo conscientizar, prevenir e estimular a qualidade de vida. “A palavra-chave é, sem dúvidas, ‘prevenção’. Apesar de ser um evento em prol das campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul, é necessário que as pessoas se cuidem sempre – em todos os meses do ano. Precisamos, cada vez mais, abraçar essa ideia. Afinal, o controle da sua vida também passa pelas suas mãos. Sensibilizar e informar a população sobre estes temas é essencial para esta missão”, comenta a gerente de Marketing do Hospital Santa Rosa, Eli Candido Soares.
 
No dia da caminhada, a saída será da Praça Miguel Maluf, em frente ao hospital Santa Rosa, às 7h, com chegada na Praça Cívica do Parque Mãe Bonifácia. Todos os participantes poderão contar com orientações nutricionais, teste de glicemia e aferição de pressão, e o Hospital também convida a população a contribuir com a doação de alimentos não-perecíveis em prol de instituições de caridade.
 
De acordo com estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o Brasil deve ter 57.960 novos casos de câncer de mama em 2017, sendo que destes, apenas 1% dos casos da doença correspondem aos homens. Outra pesquisa do Inca revela que duas em cada três mulheres com câncer de mama perceberam o nódulo por si próprias, enquanto 30% tiveram a doença identificada por meio de mamografias, e apenas em 3% dos casos foram profissionais de saúde que detectaram a suspeita.
 
Em relação ao câncer de próstata, a cada ano cresce o número de casos no país. Dados do Inca apontam que são esperados 61.200 novos casos da doença no Brasil em 2017. Este é o segundo câncer mais incidente entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo, e o mais prevalente na população masculina. Por ser considerada uma doença assintomática em seu estágio inicial, recomenda-se que os exames sejam feitos a partir dos 50 anos em homens, sem histórico familiar.  


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo