? ºC Tangará da Serra - MT

Curiosidades

02/12/2017 09:45 Gazeta Digital

Motoristas e passageiros comemoram regulamentação de aplicativos

Após a regulamentação de aplicativos particulares de transporte, como Uber, 99POP, Cabify, YetGo e outros similares, motoristas e passageiros de Cuiabá que são usuários dos serviços afirmam que só têm motivos para comemorar. As empresas disseram em nota que o Senado ouviu, de fato, as vozes dos motoristas, embora alguns motoristas tenham discordado, pois, segundo eles, o projeto era mais "pró-taxista".

Lina Omar, 25, jornalista, se diz feliz pela regulamentação, mas afirma a importância de se manter alguns itens, pois "ajudam a manter um certo controle urbano sobre os transportes", comenta.

Outro passageiro, o publicitário João Pedro Moura, de 22 anos, que utiliza o aplicativo Uber com frequência , inclusive para trabalhar, vê a decisão da Casa como algo favorável, pois "é uma opção a mais para nós, passageiros. Chega de pagar absurdos em táxis. Eles nos atendem com ignorância, às vezes mau humor, sem contar que estava quase virando um monopólio", ressalta.

Já Diego Carioca, 31, que é motorista do Uber e 99POP, a regulamentação representa uma vitória para a classe, pois agora os motoristas poderão trabalhar de maneira regular e diz que apenas os verdadeiros profissionais irão continuar.

"Foi uma vitória bem grande, né, por que já pensou se a gente tivesse que colocar placa vermelha como eles pediram e dos motoristas serem donos do automóvel no qual trabalham? Como ficaram? O que seria de quem não tem carro no próprio nome? Porque tem muitos que alugam. Seria uma burocracia, porque teriam que fazer isso tudo na prefeitura. Então foi uma grande vitória mesmo, agora vão ficar somente os profissionais", afirma.

Carioca diz ainda que eles querem contribuir com a "economia do País, com a mobilidade urbana e que trabalham sempre com preços mais justos". Afirma também que o transporte é benéfico para os passageiros, pois aumenta a concorrência.

Diego trabalha no Uber há 4 anos, desde a época que morava no Rio de Janeiro. Aqui em Cuiabá, antes de ser motorista, trabalhava no escritório, fazia cadastro de motoristas e também os auxiliavam.

O Projeto de Lei da Câmara 28/2017 foi aprovado pelo Congresso no final de outubro por 44 votos a 10. Agora aprovado com emendas, o texto volta para análise dos deputados, que em abril deste ano já havia discutido o mesmo projeto.

Foram mais de 20 as ressalvas exigidas pelos senadores para regulamentar o aplicativo, mas basicamente não houve muitas mudanças. As principais foram a retirada do texto da exigência de placa vermelha no transporte por aplicativo e da obrigação de os motoristas do aplicativo serem donos do automóvel usado no transporte. 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo