? ºC Tangará da Serra - MT

Destaque

09/11/2017 16:23 Diário Da Serra

Primeira fase do >Piscinão> de Campo Novo do Parecis está concluída

Com 28 mil caminhões de terra retirados, o “Piscinão”, como ficou conhecido o reservatório de águas pluviais de Campo Novo do Parecis está com a primeira fase do projeto concluída.


A obra teve início há vários meses, com o objetivo de ser terminada antes das chuvas que começam a cair com força. Isso pelo fato de que no início do ano, o município ficou embaixo d’água e várias famílias foram prejudicadas pelo alagamento das chuvas que foram intensas e não tinham para onde escorrer.


De acordo com o secretário de Infraestrutura de Campo Novo, Marcelo  Burgel,  a obra está pronta e inclusive já recebe as águas das primeiras chuvas que assim como em Tangará da Serra começaram a chegar.


O responsável pela obra destaca que o trabalho foi muito bem feito e totalmente dentro do prazo estipulado, tudo com a intenção de não permitir que os munícipes passem por todos o transtornos novamente. “Segundo o projeto da Cecid, da maneira que era para ser o piscinão a gente teria que ter retirado aproximadamente 400 mil metros cúbicos de terra, que seria de 200 metros de largura, por 500 de comprimento, vezes 4 metros e meio de profundidade que daria um total de 450 mil  metros cúbicos e esse ano tiramos 28 caminhões de terra que dá 336 mil metros cúbicos de terra.

Então vai ficar uma parte pequena para fazer para o ano que vem, mas ele está pronto para receber a água que cai da chuva, pois as canalizações foram feitas e a água é direcionada ao piscinão”, informa Marcelo.


Embora o reservatório esteja com a primeira fase concluída, Burgel destaca que não há como assegurar que alguma casa não seja invadida pela água pelo fato da tubulação não ser a ideal.

“A drenagem feita pela gestão passada, foi comprovada que é pouca, mas os estudos já estão sendo feitos para que isso seja resolvido. Não podemos garantir que alguma casa não seja atingida, mas não por falta de local para a água ser captada”, frisa, salientando que esse problema será solucionado tão logo as chuvas cessem.


Quanto ao fato do local oferecer riscos, principalmente às crianças, o secretário garantiu que em breve o reservatório será cercado e sinalizado. “O trabalho foi feito com muita seriedade e comprometimento.

A gente tem hoje quatro vezes mais o tamanho que tinha, sendo essa, a obra de maior prioridade da gestão”, reforçou.
A obra está sendo realizada com recursos próprios e até o momento aproximadamente R$ 1,4 milhão jà  foram investidos.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo