? ºC Tangará da Serra - MT

Economia

07/11/2017 13:41 Gazeta Digital

Mutirão da Energisa tem início no Fórum de Cuiabá

Começou nesta segunda-feira (6) e prossegue até sexta-feira (10) uma nova edição do mutirão de conciliação destinado a pessoas que estão em débito com a concessionária de energia elétrica Energisa. Fruto de uma parceria entre a empresa e a Central de Conciliação e Mediação de Cuiabá, sediada no Fórum da Capital, a iniciativa visa atender a 10 mil clientes notificados cujos débitos ainda estão na fase pré-processual e outros 400 em fase processual.

Segundo a juíza coordenadora da Central, Adair Julieta da Silva, o mutirão será realizado no auditório do Fórum, das 8h às 16h. Ao todo, foram montadas 10 bancas de negociação com prepostos capacitados e os atendimentos são voltados apenas aos clientes que receberam notificação para participar da iniciativa. A expectativa é negociar cerca de R$ 2 milhões ao longo desta semana.


Presente já nas primeiras horas do mutirão, o autônomo Roberto Carlos Marques Soares aproveitou para colocar em dia a conta de luz de uma quitinete que alugava para terceiros. “Eu saio daqui satisfeito porque teve um desconto na faixa de R$ 250, aí ficou bem em conta para eu poder pagar agora. Vou atualizar certinho e continuar na meta certa. Também vou ter a chance de parcelar e continuar andando certo para não deixar atrasar as outras contas. Valeu a pena porque ganhei um desconto bom e é a forma da pessoa poder atualizar suas contas”, avaliou.

Também presente ao mutirão, o operador de retroescavadeiras José Sales reclamou sobre o fato de a conta de energia não ser entregue em sua residência e, por isso, nem ter ficado sabendo de uma dívida antiga, de 2014. Mas mesmo assim ele não perdeu a chance de comparecer ao Fórum e negociar o débito para ter o nome limpo. “Parcelei em três vezes de cento e poucos reais. Foi bom porque eles tiraram os juros e ofereceram o parcelamento. Já começo a pagar a primeira parcela amanhã”, contou.

Já o mecânico aposentado André Avelino de Moraes aproveitou a chance para regularizar a situação de uma casa de um irmão, já falecido, que será a nova morada de uma de suas filhas. A dívida de R$ 1.768,00 caiu para R$ 901,89, e será paga em 12 parcelas. “Consegui um bom negócio, pois tive um bom desconto. Assim terei facilidade para pagar. Achei esse mutirão muito bom. Recebi a notificação na semana passada, já apareci hoje e fui bem atendido, graças a Deus”, afirmou.

Conforme a juíza Adair Julieta da Silva, a expectativa da Central é que o maior número de pessoas que receberam a notificação para comparecimento vá até o Fórum para acertar sua dívida. “É um momento único em razão do benefício que é concedido, que é o desconto e o número maior de parcelamento, que é válido só para esse período. Sabemos que a energia é fundamental na casa de uma família e o devedor, tendo essa oportunidade de descontos e parcelamento, já começa o ano com a vida financeira regularizada. Isso é muito bom para todos, inclusive para o Judiciário, pois se evita a judicialização desses processos que as pessoas celebram acordo e, naqueles já ajuizados, há a baixa do estoque”.


O último mutirão do Poder Judiciário em parceria com a Energisa foi realizado em maio e contou com a participação de mais de quatro mil clientes. 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo