? ºC Tangará da Serra - MT

Economia

05/12/2017 14:54 Prefeitura Cuiabá

Procon de Cuiabá lança campanha orientativa e abre novo canal para denúncias

O fim do ano é um dos momentos mais esperados pelos lojistas para alavancar as vendas, pensando nisso, o Procon de Cuiabá está promovendo a campanha “Compra Justa, Natal Feliz” para orientar a população a redobrar os cuidados e já recomenda a primeira atitude, a pesquisa de preços.

A campanha está percorrendo todo o centro comercial até os bairros mais distantes distribuindo panfletos orientativos e prestando auxílio por meio da unidade do Procon e do aplicativo.

“Nessa época do ano as vendas aumentam consideravelmente, seja pelas ofertas ou por conta das condições de pagamento que são oferecidas. Levando em consideração que o poder de compra de alguns consumidores aumentam devido ao décimo terceiro, o Procon atua de forma repreensiva para evitar fraudes”, explica o secretário-adjunto de Proteção e Defesa do Consumidor, Gustavo Costa.

Segundo o secretário outra orientação para quem irá comprar pela internet, informações como o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), endereço físico e canais de troca e atendimento devem estar visíveis no site. É preciso verificar se há cobrança de frete ou outras taxas e o prazo de entrega. Antes de enviar o número do seu cartão de crédito e dados pessoais, observe se a loja possui conexão de segurança (como endereço iniciado por https:// e cadeado ativado, por exemplo).

Orientações importantes:

Teste dos produtos- verificar se o produto possui algum defeito aparente e sempre que possível exija o teste eletrônico.

Nota Fiscal- Compre produtos originais, e exija sempre a nota fiscal, pois ela é essencial para a troca, garantia e eventual reclamação.

Venda Casada- Quando o consumidor é forçado a comprar outro produto em conjunto com o desejado. Essa prática é abusiva e ilegal.

Troca de Presentes- O consumidor só tem direito a substituição se a loja oferecer essa condição e dentro do prazo estipulado por ela. Portanto, lembre-se de se informar com o vendedor na hora da compra.

Defeito – Se o produto apresentar defeito, o lojista é obrigado a sanar o problema em até 30 dias. Caso não resolva, o consumidor tem direito a um novo produto ou reembolso do dinheiro. O prazo de reclamação é de 30 dias para produtos não duráveis e 90 dias para produtos duráveis.

Uma nova ferramenta de interação irá permitir que denúncias e irregularidades sejam feitas em tempo real, com a possibilidade de envio de fotos e vídeos do produto ou serviço reclamado.

Para divulgar a nova plataforma, 60 mil mensagem via sms serão distribuídas para a população de Cuiabá a fim de divulgar a nova plataforma, que já movimenta 70% das denúncias que chegam atualmente. A expectativa é que com a remodelação do aplicativo a produtividade e solução dos casos aumentem significativamente.   


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo