? ºC Tangará da Serra - MT

Educação

20/10/2017 14:26 G1

Professores entram em greve para cobrar reposição salarial aguardada desde maio em Tangará da Serra (MT)

Professores de algumas escolas da rede municipal de ensino de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, entraram em greve para cobrar a concessão da Revisão Geral Anual (RGA). A adesão à greve vem acontecendo de forma gradativa desde o início da semana. O município possui 24 escolas e quatro já aderiram à greve.

A presidente da subsede do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep), Francisca Alda Ferreira Lima, disse que a RGA de 6,29% ainda não foi concedida aos servidores. "Não recebemos reposição neste ano e o prefeito fala que não tem verba porque está ultrapassando o limite da folha, mas a justificativa não é plausível porque Tangará da Serra arrecada o suficiente para conceder na reposição",

Segundo ela, todos os impostos foram reajustados no município neste ano. "O servidor está pagando todos os impostos sem receber o reajuste", declarou.

Além da reposição salarial, ela afirmou que a categoria cobra a implantação da hora-atividade para os professores contratados, a convocação dos aprovados no concurso público realizado em 2013 e a participação do sindicato nos conselhos de educação do município e melhorias nas condições de trabalho, incluindo a reforma das escolhas e investimentos nas bibliotecas, laboratórios de informática e de ciências, e cobertura das quadras poliesportivas.

O secretário de Educação do município, Adriano Fernandes, afirmou que ainda não se sabe o número de alunos que estão sem aula por causa da paralisação, já que nem todas as escolas e creches aderiram à greve.

Além disso, segundo ele, em algumas escolas, o funcionamento tem sido parcial, porque alguns professores aderiram e outros, não. O prefeito Fábio Junqueira (PMDB) não quis comentar sobre o assunto.

No Centro Municipal de Ensino Tânia Arantes Junqueira, no Bairro Parque das Mansões, as aulas estão suspensas, porque todos os professores entraram em greve. Pai de uma aluna dessa unidade, o microempreender José Moura Silva disse que está preocupado. "Vou ter que pagar alguém para ficar com ela", disse.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo