? ºC Tangará da Serra - MT

Educação

24/11/2017 14:16 Prefeitura Cuiabá

Plantio de 300 mudas começa a revitalizar espaços urbanos e promove qualidade de vida

Redefinir a paisagem de Cuiabá com o plantio de 300 mil árvores, propiciando novos ambientes ao ar livre que sejam confortáveis e prazerosos. Para cumprir esta meta, mais uma etapa para resgatar o título de Cuiabá Cidade Verde foi atingida, nesta quinta-feira (23), com a plantação de 300 mudas no 44° Batalhão de Infantaria Motorizada.

O projeto, em parceria com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, por meio do Juizado Volante Ambiental (Juvam), contou com o apoio do Programa Segundo Tempo – Forças no Esporte (Profesp) e o Exército Brasileiro. A iniciativa foi marcada pelo envolvimento direto dos alunos da rede municipal de ensino. Ao lado de aproximadamente 150 crianças, o prefeito Emanuel Pinheiro iniciou a força-tarefa.

"Essa ação integrada é um trabalho de resgate não apenas do nosso título, mas também da cidadania, promovendo o desenvolvimento sustentável e ambiental através do engajamento de toda a sociedade. É imprescindível a participação popular nesse processo de transformação da nossa consciência cidadã, para que todos voltemos a preservar a paisagem de outrora que tanto fez o nome de Cuiabá. A população sente falta de espaços verdes, de árvores frondosas que acalmam o clima e promovem uma melhor qualidade de vida e este ousado projeto vai tornar esse anseio em uma realidade. Com o apoio dos nossos parceiros e o entusiasmo das comunidades e - claro - destes pequenos, vamos presentear os 300 anos da Capital como uma nova fase, onde o meio ambiente é novamente integrado aos espaços urbanos e não degradado", afirmou o chefe do Executivo. 

A mobilização social neste extenso processo é um dos aspectos que mais distingue o projeto. Segundo o juiz responsável pelo Juvam, Rodrigo Curvo, muito mais que a arborização, é crucial construir uma nova forma de pensar a cidade em que vivemos. 

"A criação da consciência ambiental é fundamental. Está na Constituição da República que é dever de todos - poder público e sociedade de maneira geral - desenvolver essa compreensão e entendimento pela preservação do meio ambiente. E nada melhor do que, através da arborização, construirmos esse conceito prático a partir do envolvimento da população. Estimular esse cuidado é primordial nas crianças, pois elas são multiplicadoras naturais e absorvem com maior facilidade algumas premissas que muitos adultos às vezes recebem com dificuldade. Essa inclusão da comunidade - que também poderá solicitar a plantação de árvores em sua vizinhança, respeitando a legislação - contribui para a formação de uma rede ambientalmente consciente, que luta pela preservação dos recursos naturais que possuímos", pontuou. 

O investimento na qualidade de vida da Capital é um dos fundamentos que têm direcionado as ações da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos. De acordo com o titular da pasta, José Roberto Stopa, o programa Disque Cidade Verde visa justamente suprir a atual carência existente em Cuiabá, conforme também envolve as comunidades contempladas com o Mutirão de Limpeza em atividades dinâmicas como a realização de palestras focadas na educação ambiental, além de passeios pelos cartões postais da cidade com o ecobus.

"Nosso trabalho está atingindo outros patamares, promovendo um alcance social grandioso. Cada semana, um novo bairro recebe esta operação, que tem construído uma nova mentalidade nos munícipes. A plantação das 300 mudas com a participação das crianças da rede municipal neste dia é mais um desdobramento do nosso empenho em mudar os paradigmas de Cuiabá, redefinindo a maneira como absorvemos a educação ambiental, envolvendo todas as esferas públicas e comunitárias possíveis", revelou.

Segundo o comandante do 44° Batalhão de Infantaria Motorizada de Cuiabá, Nilberti Viana Gramosa, a instituição une a conscientização ambiental a uma série de outras atividades aplicadas diretamente com o público infantil. "Através do Profesp nós impactamos a vida de muitas crianças das escolas públicas municipais, com o estímulo de atividades esportivas e lições valiosas e dinâmicas sobre civismo. Hoje elas estão aplicando parte dos ensinamentos que receberam, auxiliando as equipes a plantarem mudas que em breve renderão benefícios a longo prazo para a todos de maneira geral", disse.

Com espécies frutíferas de jaca, carambola, acerola, manga, caju, pitomba, jabuticaba, cajá e jambo roxo da Amazônia, um espaço vazio no 44° Batalhão já foi tomado por árvores de grande porte. Além dos frutos futuramente propiciados, a área também ficará cercada por ipês amarelos, brancos, rosas e roxos, trazendo uma nova e atraente paisagem para a região.

Para aos alunos, poder estar em contato com a natureza de forma tão ativa trouxe uma experiência diferenciada e divertida. As amigas de classe Laura Beatriz, Kemilly Victoria, Ana Clara Souza e Raquel Souza - todas estudantes da EMEB Maria Tomich Monteiro da Silva - adoraram conhecer a diferença entre as árvores frutíferas e as nativas.

"Foi muito legal poder plantar mudas de árvores que produzem frutos saborosos, como acerola e manga", disse Laura. Já a amiga Ana Clara gostou tanto da "brincadeira" que agora quer ter seu próprio pé de acerola em casa. "Seria legal ter um em casa e poder comer acerola quando eu quiser", concluiu com o consentimento das demais colegas da sala. 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo