? ºC Tangará da Serra - MT

Educação

12/12/2017 14:14 Prefeitura Cuiabá

Pesquisa revela que pais aprovam qualidade do cardápio servido nas escolas da rede municipal de ensino

Segundo pesquisa realizada em unidades escolares da rede municipal de Educação, 95,4% dos pais entrevistados consideram a qualidade da alimentação escolar como boa ou ótima. A pesquisa foi feita pela Coordenadoria de Nutrição Escolar  (CNE), da Diretoria Administrativa e de Patrimônio, da Secretaria Municipal de Educação, no período de setembro a outubro deste ano, em Creches e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) localizados na área urbana.

Durante a pesquisa foram ouvidos 178 representantes da comunidade escolar composta por pais ou responsáveis pelos alunos, gestores escolares e Técnicos em Nutrição Escolar (TNE).

As unidades foram escolhidas aleatoriamente, pelo menos duas de cada regional. As unidades visitadas foram as Creches Inocêncio Leocádio da Rosa e CMEI Antônio Marcos, na Regional Norte; CMEI Manoel de Barros e Creches São Mateus e Colomba Cacélia, na Regional Leste; Creche Sebastião Tolomeu, na Regional Oeste; CMEI Jaíra Cuiabano e as Creches Mariuza e Mal. Rondon, na Regional Sul.

Também foi feita, de forma complementar, uma pesquisa de satisfação na EMEB Osmar José do Carmo Cabral.

“Nossa intenção foi identificar o quanto os pais ou responsáveis pelos alunos, os gestores escolares e os TNE conheciam sobre o que é ofertado diariamente nas escolas e, que avaliações faziam, de modo geral, da alimentação escolar”, explicou o secretário de Educação de Cuiabá, Rafael de Oliveira Cotrim Dias.

Hoje Cuiabá é referência em relação à alimentação escolar. É a única capital do país a possuir uma equipe gastronômica que orienta todo o processo além de ser a única a possuir o selo de alimentação consciente.

Uma das questões que tem feito a diferença no serviço é justamente a presença da equipe de gastronomia que orienta inclusive a capacitação e treinamento prático constante das TNE.

Segundo a coordenadora de Nutrição Escolar, Ana Domingas da Silva, a  pesquisa mostrou por exemplo que o percentual de pais ou responsáveis que afirmaram conhecer o cardápio escolar é bem próximo do percentual de unidades educacionais que o divulgam, ou seja, quando essa informação está disponível, pais e responsáveis se interessam pela informação.

“Grande parte dos pais ou responsáveis acompanha a execução do cardápio e sabe que o responsável habilitado para sua elaboração é um nutricionista,  do quadro técnico da CNE”, salientou a Coordenadora.

Para Ana Domingas, um dos resultados positivos apontado pela pesquisa foi a participação dos TNE em capacitações periódicas, o que vem melhorando o desempenho desses profissionais.

Para o secretário Rafael Cotrim, junto com os demais setores, do planejamento à execução, isso tem possibilitado a esses profissionais superarem  as  dificuldades técnicas e imprevistos  na prestação do serviço.

“Os números refletem o trabalho que vem sendo realizado pela Secretaria de Educação em  cumprindo a Política Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), e as determinações do Prefeito Emanuel Pinheiro, de oferecer uma alimentação nutritiva e de qualidade aos educandos”, ressaltou Rafael Cotrim.

Números

Segundo a pesquisa, em relação aos 34 pais ou responsáveis ouvidos, 74,2% deles relataram conhecer o cardápio escolar e 80% afirmaram que o cardápio está disponível em local visível, para conhecimento da comunidade escolar conforme recomendação do CNE.

Questionados se possuíam conhecimento de que o cardápio é elaborado por profissional nutricionista, 92,4% afirmaram que sim e 91,4% afirmaram que o cardápio é cumprido normalmente na unidade educacional.

Sobre os tipos de carnes oferecidos no cardápio dos seus filhos, 54% dos pais disseram que são ofertados três tipos ou mais de proteína animal durante a semana, o que está de acordo com a realidade do cardápio. Cerca de 31,3% dos pais disseram que são oferecidos dois tipos de carne e 11,4% que só era servido um tipo de carne.

Ao serem perguntados quanto a oferta de frutas, 57,1% responderam que a frequência é de 4 a 5 vezes por semana enquanto 40% responderam que estas são servidas de 2 a 3 vezes por semana nas Creches e nos CMEI.

Em relação a oferta de legumes e verduras, 74,2% dos pais entrevistados afirmaram que a frequência é de 4 a 5 vezes por semana enquanto 22,8% que estes alimentos são servidos de 2 a 3 vezes na semana.

Atualmente, as Creches e CMEI ofertam frutas, legumes e verduras na frequência de 4 a 5 vezes por semana, superando as recomendações do PNAE (Resolução/CD/FNDE nº 26, de junho de 2013), que orienta a oferta de no mínimo três porções de frutas e hortaliças por semana.

Em geral, os pais ou responsáveis acompanham de perto a execução da alimentação escolar nas unidades escolares frequentadas por seus filhos e consideram a qualidade dela satisfatória e adequada ao desenvolvimento dos educandos.

Também é oferecida alimentação especial para crianças com especificidades alimentares decorrentes de patologias ou questões religiosas.

Em relação à qualidade da alimentação, dos 178 participantes, 85 responderam ser ótima (47,7%); 85 responderam ser boa (47,7%); 8 regular (4,5%) e ninguém respondeu ruim.

“Ainda precisamos melhorar mas a pesquisa reflete  o propósito e o comprometimento da  gestão Emanuel Pinheiro, em  oferecer uma alimentação de excelência aos alunos da rede municipal de Educação. Para isso, existe um trabalho minucioso que envolve desde o planejamento e a execução operacional até o  acompanhamento da aceitabilidade da alimentação ofertada. Estamos atentos as questões de infraestrutura das cozinhas - uma das prioridades do Programa Escola 300 por meio do Plano de Manutenção Corretiva nas Unidades Escolares, junto com as condições físicas das salas de aula e banheiros -, ao fluxo de trabalho das TNE e às adequações necessárias por parte da Gestão Escolar e da Secretaria , quando necessário”, salientou o secretário.

Todo esse trabalho é acompanhado pelo Conselho Nacional de Educação e Conselho Municipal de Alimentação Escolar (CMAE), na fiscalização da oferta adequada da alimentação em todas as unidades de ensino.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo