? ºC Tangará da Serra - MT

Educação

28/05/2018 15:33 Gazeta Digital

Universidades suspendem aulas por causa da greve dos caminhoneiros

Por causa da greve dos caminhoneiros, as 4 maiores universidades públicas e particulares de Mato Grosso suspenderam atividades administrativas e curriculares. A decisão foi tomada por causa da dificuldade no transporte de funcionários e de alunos e envolve a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Universidade do Estado (Unemat), Universidade de Cuiabá (Unic) e Centro Universitário de Várzea Grande (Univag).

A frota de ônibus em Cuiabá e Várzea Grande, por exemplo, nesta segunda-feira (28), continua rodando em 50%. Porém, a redução está prevista para ocorrer até a terça-feira (29), já que as empresas estão sem possibilidade de abastecimento e dar continuidade na prestação do serviço.

Já os transportes alternativos, como por exemplo, Uber e táxi, têm a previsão de rodar até a próxima quinta-feira (31). Porém, as chamadas aumentaram devido a frota de ônibus estar reduzida e com isso alguns motoristas desses veículos particulares temem ficar sem combustível antes mesmo de quinta-feira.

A reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), está orientando as chefias para organizar a manutenção de seus serviços essenciais. Também pede compreensão caso algum serviço seja suspenso durante a greve dos caminhoneiros e esclarece que as eventuais perdas acadêmicas, serão encaminhadas no âmbito do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe).

"Sobre os Restaurantes Universitários, a prestação do serviço mantém-se inalterada. Quaisquer novas decisões relacionadas às atividades acadêmicas e administrativas serão divulgadas no portal da UFMT", diz trecho da nota divulgada pela UFMT.

Na Unemat, todas as atividades foram canceladas. Por volta das 16h, toda a equipe da direção da universidade irá se reunir para discutir sobre a possibilidade de cancelamento nesta terça-feira (29).

Na Universidade de Cuiabá (Unic), as aulas também foram suspensas nos 3 períodos, sendo que no final da tarde será reavaliado as próximas ordens acadêmicas. Os trabalhos que estavam previstos para serem entregues no decorrer desta semana e as provas serão remarcadas em novas datas.

A situação no Centro Universitário de Várzea Grande (Univag) também não é diferente. Todas as aulas foram canceladas e novo informativo sobre a semana será repassado aos líderes de classe até o final da noite.

Em pronunciamento ao vivo na noite deste domingo (27) após um dia inteiro de negociações com representantes dos caminhoneiros, o presidente Michel Temer (MDB) anunciou um pacote de 6 medidas para tentar encerrar a greve que já dura 7 dias. A principal delas é a redução de R$ 0,46 no litro do óleo diesel pelo período de 60 dias.

Temer anunciou ainda que vai editar uma Medida Provisória para isenção do eixo suspenso em pedágios de rodovias federais e estaduais em todo o Brasil. Mesmo assim, caminhoneiros de todo o Brasil seguem mantendo os pontos de manifestação e bloqueios. Em Mato Grosso, conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), são 30 pontos de manifestação em rodovias federais na manhã desta segunda-feira. 


Redes Sociais

Titulo fixo

Jornal Tangará Online

Avenida Historiador RUBENS DE MENDONÇA EDF - OFFICE TOWER -SALAS 1001 E 1002 Cuiabá MT
Fone (65) 3052-6030
E-mail: redacao@tangaraonline.com.br

EMC-Empresa Milas de Comunicação 
CNPJ 10.935.231/0001-40
e-mail :maykommilas@gmail.com

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo