? ºC Tangará da Serra - MT

Educação

26/06/2018 14:15 Gazeta Digital

Aulas retomadas nos campi da UFMT de Cuiabá e interior do Estado

Impasse da greve estudantil da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) continua. A instituição chegou a divulgar nota informando que o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) teria revogado resoluções que suspendiam o calendário acadêmico do semestre 2018/1 e que previa retomada das aulas nesta segunda-feira (25). Porém, membros do próprio conselho afirmam que desconhecem tal aprovação e, por isso, solicitaram a anulação da plenária por descumprimento do regimento interno.

Conforme a UFMT, pedido dos conselheiros deve ser analisado na próxima sessão do Consepe, prevista para o dia 9 de julho. Enquanto isso, aulas seguem normalmente.

De acordo com o vice-presidente da Associação dos Docentes da UFMT (Adufmat), Maelison Silva Neves, a situação é considerada conflituosa especialmente por serem duas decisões unilaterais.

De um lado o Consepe, que teoricamente teria revogado a suspensão das aulas e do outro os alunos, que em assembleia decidiram de forma massiva pelo não retorno as aulas. A reivindicação principal dos alunos é com relação as refeiçoes no Restaurante Universitário (RU), que passaria de R$ 1 para R$ 5.

Na manha de ontem, a maioria dos cursos retomou as atividades no campus de Cuiabá, mas algumas turmas ainda com o número reduzido de alunos. Diferente do cenário encontrado nos campi de Sinop e Barra do Garças, onde todos os alunos concordaram em voltar para as salas de aula.

Por meio da assessoria de imprensa, a UFMT informou que não houve confirmação do pedido de suspensão do calendário acadêmico por parte do Consepe.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo