? ºC Tangará da Serra - MT

Educação

04/10/2018 09:59 OLHAR Conceito

Congresso de gastronomia terá 70% das atividades gratuitas em Cuiabá

O Pantanal Cozinha Brasil acontece na terça (9) e quarta-feira (10) da próxima semana, em Cuiabá, e 70% das atividades são gratuitas e abertas ao público. O evento, realizado pelo professor de gastronomia João Carlos Caldeira, traz ainda grandes nomes da gastronomia nacional para dar palestras e cursos, e homenageia a chef local Leila Malouf, e a mandioca, como ingrediente do ano.

A maior parte das atividades gratuitas, segundo o organizador, acontece no Centro de Eventos do Pantanal. “Lá no Centro de Eventos do Pantanal a gente vai ter degustação de carnes da celeiro, vai ter vários produtos fit, vai ter um espaço nutricional com vários nutricionistas dando consulta gratuita e dando receitas saudáveis, a gente vai ter oficina de cupcake e brigadeiro gourmet pra crianças, no Shopping Pantanal, que é um parceiro, também gratuito... e aí, paralelo a isso, a gente tem as oficinas práticas, que aí tem um custo, e as palestras, mas qualquer pessoa pode participar, não só nutricionistas ou cozinheiros”, afirma.


O evento já é realizado há alguns anos, e tem como principal objetivo “trazer um pouco da tendência do que está acontecendo no mundo pra cá, e levar a nossa cultura, a nossa raiz também para o Brasil, [fazer] esse intercâmbio, conectar pessoas e produtos”, explica João.


Neste ano, os convidados nacionais são Helena Rizzo, André Mifano e Tatiane Mendes. João justifica a escolha: “Esse ano a Helena Rizzo foi eleita a melhor chef mulher do mundo em 2015, é casada com um cuiabano, já veio aqui, conhece a nossa terra, e faz um trabalho incrível.

O restaurante dela está entre os 50 melhores do mundo, é premiadíssimo, foi eleito pela Folha de São Paulo o melhor restaurante de São Paulo... além disso, apresenta o programa The Taste Brasil junto a outro convidado que é o André Mifano, que é um cara irreverente, muito criativo, muito ousado no que ele propõe. Ele vai dar uma palestra bacana sobre empreendedorismo e uma aula-show muito legal. Ele hoje está com dois programas no GNT: ‘Sabor em Jogo’ e ‘The Taste Brasil’ junto com a Helena. A Tati Mendes é uma das maiores chefs do estado de Goiás, desenvolve muito a cultura regional, ela faz um trabalho incrível com eventos, criou um blog chamado ‘Casamento Gourmet – em busca da garfada perfeita’; ela fez escola Le Cordon Bleu, vai fazer uma oficina de confeitaria com nitrogênio líquido, uma coisa bem inovadora, bem criativa, vai ser bem bacana”.


Helena Rizzo, André Mifano, Tati Mendes (Foto: Reprodução)


Além dos nacionais, no entanto, haverá uma série de encontros com chefs mato-grossenses, e também quatro jantares magnos: um no Mahalo, um no Flor Negra, um no Sagrado Sal, e um no Bendito Restaurante. “Os restaurantes agora vêm procurar a gente, e a ideia é essa: a gente valorizar os locais, os restaurantes, através do evento.

Então este ano a gente tem, além do Mahalo, que participou ano passado, o Flor Negra, onde a Carol Manhozo e o Wal vão fazer um menu degustação incrível lá... o restaurante Bendito e Sagrado Sal, com apoio do chef Marcelo Cotrim, vão fazer um trabalho a quatro mãos com um chef de Santa Catarina e outro do Rio Grande do Norte, então isso também é bacana, a gente está trazendo várias pessoas do Brasil pra conhecer nossa cultura e levar pra lá um pouco da nossa culinária”.


João afirma que a escolha pela chef do ano deu-se pela trajetória de Leila. “A ideia da homenageada do ano não tem nada a ver com dinheiro ou sucesso comercial. A gente quer escolher uma pessoa que realmente deu o sangue, deu a vida para a cultura culinária, gastronômica do estado, que tem um legado. Ano passado a gente escolheu a Dona Eulália, que é um ícone da nossa cultura, esse ano a Leila Malouf, que a família faz um trabalho incrível há muitos anos, elevou o nível da gastronomia de Mato Grosso a outro patamar, é muito dedicada, trabalha com afinco, então esse foi o motivo da escolha”.


A mandioca, ingrediente do ano, foi escolhida por sua versatilidade e por ser ‘democrática’. “A ideia é que a cada ano a gente valorize alguma coisa regional. Ano passado foi o pequi, e esse ano é a mandioca. A mandioca eu acho o mais democrático alimento que possa existir no mundo. Aqui no Brasil o índio, ou uma pessoa paupérrima, que não tem o que comer, pode comer [a mandioca]... ela engrossa com água a farinha e se alimenta, e ao mesmo tempo você tem gente de altíssimo poder aquisitivo que hoje come a tapioca, porque é ‘fit’... é um alimento que você pode fazer doce, salgado, frio, quente, líquido, pastoso... pra mim a mandioca é como a pizza é pra Itália. Se a gente conseguisse divulgar, o mundo inteiro poderia comer esse ingrediente”.


O congresso, que hoje já está na programação gastronômica nacional, foi lançado na última terça-feira (2) no Sesc Pantanal. As inscrições já estão abertas. Os ingressos têm preços diferentes para as palestras magnas, aulas show e para as oficinas práticas de culinária. Estudantes e filiados Abrasel e Sindipan tem 50% de desconto nas atividades (exceto algumas oficinas dos convidados nacionais). Faça suas inscrições AQUI


Confira a programação completa do congresso AQUI


Redes Sociais

Titulo fixo

Jornal Tangará Online

Avenida Historiador RUBENS DE MENDONÇA EDF - OFFICE TOWER -SALAS 1001 E 1002 Cuiabá MT
Fone (65) 3052-6030
E-mail: redacao@tangaraonline.com.br

EMC-Empresa Milas de Comunicação 
CNPJ 10.935.231/0001-40
e-mail :maykommilas@gmail.com

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo