? ºC Tangará da Serra - MT

Esporte

04/04/2018 14:22 GLOBO Esporte

Cristiano Ronaldo celebra golaço e agradece aplausos do rival Juventus

Cristiano Ronaldo foi o grande nome da vitória arrasadora do Real Madrid sobre a Juventus na última terça-feira (3), em Turim, pela ida das quartas de final da Liga dos Campeões. Ele deu uma assistência e marcou dois gols, sendo o segundo deles em lance antológico, de bicicleta, que arrancou aplausos até dos torcedores rivais nas arquibancadas.

"Este foi um momento incrível, tenho que agradecer a todos os torcedores da Juventus. O que eles fizeram foi algo fantástico e que nunca tinha passado em toda a minha carreira. Estou muito feliz", declarou o português após o apito final.

Aos 18 minutos do segundo tempo, Ronaldo aproveitou cruzamento de Carvajal e voou alto para emendar uma linda bicicleta da entrada da área, que parou no canto esquerdo do gol defendido por Buffon. A beleza do lance gerou aplausos de boa parte do Juventus Stadium, mesmo minando as chances de classificação do time da casa à próxima fase.

"Foi um grande gol. O que mais posso dizer? Foi fantástico. Eu não esperava marcar aquele gol, mas vamos falar sobre o jogo. Foi uma partida incrível. Nós marcamos três gols contra a Juventus, um grande time. Jogamos bem e estou feliz, é claro. Eu ajudei a equipe, marquei dois gols, foi uma grande noite", disse Ronaldo.

Mas não foi apenas a torcida da Juventus que se rendeu ao craque. Os jogadores e até o treinador do time italiano também mostraram toda a admiração ao português. "Cristiano é um jogador de nível incrível. Messi e ele podem ser comparados a Maradona e Pelé por tudo que fazem temporada após temporada", considerou Buffon. "Há dois times melhores que todos os outros, e são aqueles que têm Messi e Ronaldo", opinou Massimiliano Allegri.

O lance do gol de Ronaldo empolgou até quem se acostumou a deixar os torcedores de boca aberta com lindas jogadas em campo. O técnico Zinedine Zidane levou as mãos à cabeça após a bicicleta do português, impressionado, e não escondeu a admiração por seu comandado.

"Cristiano é simplesmente um jogador diferente de todos os outros. Ele mostra isso toda vez. Ele sempre tem um grande desejo de fazer grandes coisas na Liga dos Campeões, nunca fica cansado de fazer o que faz. Eu sou o técnico, mas também um fã. Por isso, eu coloquei as mãos na cabeça após o gol", comentou.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo