? ºC Tangará da Serra - MT

Esporte

15/06/2018 15:28

O medo de Tite em escolher o capitão. O mistério termina amanhã

Tite enrolou o quanto pôde. Mas amanhã, quando chegar para a coletiva obrigatória, não haverá saída. O capitão de cada selecionado precisa ao menos ser avisado. Provavelmente, será levado para a entrevista com a mídia internacional.

Se não tivesse sido cortado por conta de seu joelho, Daniel Alves seria o capitão no Mundial. Ele tinha autoridade suficiente diante do elenco para barrar a ideia de revezamento pretendida por Tite.

Meesmo se o treinador ainda seguir nesse caminho, o primeiro jogador a ter essa faixa é mais do que representativo. Como fazia nos Campeonatos Brasileiros, Tite quer o Brasil dando uma arrancada importante nessa primeira partida. Não só ganhando, mas se impondo como grande seleção, contra a Suíça. Mandar recado para o mundo.

E o capitão no domingo será um nome importante.

Com capacidade para aglutinar o grupo. Se impor diante dos adversários, árbitros e mesmo companheiros.

O conflito na Comissão Técnica segue por muito tempo. As avaliações seguem por diferentes caminhos.

A liderança técnica não teria dúvida sobre quem ficaria com a faixa.

Neymar.

Como o treinador Alejandro Sabella fez com Messi, em 2010. Mesmo sabendo que ele não tinha personalidade para liderar o grupo, ele quis dar mais confiança, responsabilidade, hierarquia ao seu melhor jogador.

A fórmula seria perfeita para o atual estágio de Neymar, mais participativo, vibrante e solidário. Mas ele precisaria rever sua postura radical após a Olimpíada, quando garantiu que estava cansado de ser cobrado como capitão.

Thiago Silva seria a opção natural de Tite.

O treinador tem uma admiração profunda pela liderança, vivência e personalidade do zagueiro. Só que ele está marcado pelo choro na Copa de 2014. E pelo tapa na bola, na Copa América do Chile, contra o Paraguai. Seria comprar briga com grande parte da opinião pública. O técnico garante não ter medo algum, confia plenamente em Thiago Silva, que considera o principal zagueiro do mundo. Tanto que o fez titular novamemte, algo impensável.

Há nomes sem restrição ou polêmica. Marcelo, pelo currículo invejável. Miranda, pela liderança discreta, sutil e ótimo futebol. E também Alisson, cuja vontade de vencer o Mundial tem contagiado a todos. Ou ainda o onipresente Paulinho.

Tite, sem querer, incentivou essa expectativa.

Não quis definir publicamente o nome.

E na maioria dos veículos de comunicação esssa questão surge.

Nos treinamentos na Rússia, Thiago Silva, Miranda e Neymar foram os jogadores mais ouvidos pelo técnico.

O mistério acaba amanhã.

Mesmo que seja apenas pelo primeiro jogo.

Esse líder será reconhecido.

E cobrado... 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo