? ºC Tangará da Serra - MT

Mundo

25/09/2018 10:50 G1

Após chegar atrasado, Trump discursa na Assembleia Geral da ONU em Nova York

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, participa, na manhã desta terça-feira (25), da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York. Ele seria o segundo chefe de Estado a discursar, mas não chegou a tempo. Por causa do atraso, Lenín Moreno, do Equador, antecipou sua fala.

Trump ressaltou que o país está mais rico atualmente do que quando assumiu o governo. Também se vangloriou de "progressos extraordinários" - reformas, corte de impostos para empresas e criação de milhões de vagas de emprego.

O presidente dos EUA afirmou também que houve resultados positivos após a aproximação dos Estados Unidos com a Coreia do Norte. Relembrou que, em junho, se encontrou com Kim Jong-un em Singapura, onde ambos assinaram um acordo em que a Coreia se comprometia a destruir seu arsenal nuclear.

Agradeceu ao presidente norte-coreano "pela coragem" e pelos passos já dados - mas reforçou que já ainda muito o que avançar.

Trump disse que lutará contra o fundamentalismo islâmico e que a situação da Síria é de "cortar o coração". Clamou que a ONU incentive a paz no Oriente Médio e agradeceu aos países que estão recebendo refugiados da guerra síria.

O evento reúne representantes de mais de 190 países para um debate geral. Na 73ª edição, a pauta principal é refletir sobre como a ONU e as lideranças globais podem garantir sociedades mais igualitárias, pacíficas e sustentáveis.

O assunto tem relação direta com medidas recentes tomadas pelo governo de Trump: a recusa em ratificar o Acordo de Paris (documento sobre mudanças climáticas) e o abandono do acordo nuclear com o Irã.

Inclusive, mais cedo, Trump tuitou que não planeja se encontrar com o presidente iraniano Hassan Rouhani. "Talvez algum dia no futuro", escreveu na rede social. Também ressaltou que os EUA estão "mais ricos e seguros que há dois anos".

No ano passado, a estreia de Trump na Assembleia Geral da ONU chamou atenção pelo discurso contra a Coreia do Norte. Na ocasião, o líder norte-americano chamou o presidente Kim Jong-un de "homenzinho-foguete".

Após as falas do secretário-geral da ONU, Antônio Gutierres, e da presidente do evento, María Fernanda Espinosa Garcés, foi a vez do presidente do Brasil, Michel Temer, proferir o discurso inaugural - seguindo a tradição. Ele defendeu o aprimoramento da ordem internacional diante de "forças isolacionistas", “velhas intolerâncias” e “recaídas unilaterais”.

Temer afirmou que o país “responde com mais abertura, mais integração” ao isolacionismo.

 

Redes Sociais

Titulo fixo

Jornal Tangará Online

Avenida Historiador RUBENS DE MENDONÇA EDF - OFFICE TOWER -SALAS 1001 E 1002 Cuiabá MT
Fone (65) 3052-6030
E-mail: redacao@tangaraonline.com.br

EMC-Empresa Milas de Comunicação 
CNPJ 10.935.231/0001-40
e-mail :maykommilas@gmail.com

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo