? ºC Tangará da Serra - MT

Mundo

18/12/2018 09:20 G1

Nicolás Maduro desafia presidente da Colômbia e promete armar civis venezuelanos

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou nesta segunda-feira seu homólogo colombiano, Iván Duque, de liderar uma ação militar contra seu governo. O venezuelano também prometeu armar "até os dentes" 1,6 milhão de civis.

"Ele (Duque) pessoalmente dirige a preparação de ações contra a Venezuela, denuncio isto ao mundo. Age com o apoio e o financiamento da Casa Branca", disse Maduro durante parada militar para recordar a morte de Simón Bolívar, em 1830, e a criação da Milícia Bolivariana, em 2009.

 
Presidente da Colômbia, Iván Duque recebe a faixa presidencial durante cerimônia de posse — Foto: Reuters/Carlos Garcia Rawlins

Presidente da Colômbia, Iván Duque recebe a faixa presidencial durante cerimônia de posse — Foto: Reuters/Carlos Garcia Rawlins

"Nós não nos metemos com ninguém, Iván Duque, mas você será o responsável se algum dia a Colômbia agredir militarmente a Venezuela. Que o nosso povo e o povo colombiano saibam disso", advertiu Maduro no Forte Tiuna.

"Por sua ambição, por seu egoísmo, por seu ódio contra a Venezuela, por tua imaturidade, não está preparado para ser (...) presidente da Colômbia", declarou Maduro sobre Duque.

 

'Complô' contra Maduro

 
Nicolás Maduro discursa a jornalistas no Palácio Miraflores, em Caracas, Venezuela — Foto: Marco Bello/Reuters

Nicolás Maduro discursa a jornalistas no Palácio Miraflores, em Caracas, Venezuela — Foto: Marco Bello/Reuters

Maduro tem elevado o tom contra Estados Unidos, Colômbia e Brasil, países que acusa de colocar em andamento um plano para derrubá-lo ou assassiná-lo. O venezuelano se prepara para iniciar um segundo mandato, a partir de 10 de janeiro, cuja legitimidade é questiona pela maior parte da comunidade internacional.

Segundo Caracas, o complô inclui o treinamento de tropas nos Estados Unidos para tomar bases militares na Venezuela, e de mercenários na Colômbia para simular ataques de tropas venezuelanas aos países vizinhos.Para repelir qualquer incursão, Maduro ordenou armar "até os dentes a Milícia" e tornar a Venezuela "inexpugnável".

O presidente destacou que o corpo civil auxiliar dos militares passou de 500 mil para 1,6 milhão de membros desde abril passado.

"Temos que fazer um bom investimento para garantir seu acesso a (...) fuzis, mísseis e tanques", disse Maduro, antes de afirmar que "os imperialistas não sairão vivos daqui".

Redes Sociais

Titulo fixo

Jornal Tangará Online

Avenida Historiador RUBENS DE MENDONÇA EDF - OFFICE TOWER -SALAS 1001 E 1002 Cuiabá MT
Fone (65) 3052-6030
E-mail: redacao@tangaraonline.com.br

EMC-Empresa Milas de Comunicação 
CNPJ 10.935.231/0001-40
e-mail :maykommilas@gmail.com

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo