? ºC Tangará da Serra - MT

Nacional

17/11/2017 14:49

Servidores públicos protestam em frente à Alerj contra a revogação das prisões de Picciani, Melo e Albertassi

Um protesto convocado pelo Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe), busca pressionar os deputados estaduais do RJ a não revogarem as prisões do presidente da Casa, Jorge Picciani, e dos também deputados Paulo Melo e Edson Albertassi, decretadas pela Justiça na quinta-feira. Por volta das 15h, houve um princípio de tumulto no protesto.

A confusão começou quando policiais abordaram um homem que soltava rojões no local. Manifestantes se aglomeraram em torno dos agentes. Depois de momentos de tensão, ele foi solto.

A manifestação, que na tarde desta sexta-feira (17) ainda reúne poucas pessoas, já interdita a Rua Primeiro de Março, na altura do Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Em um carro de som, oradores se revezam nos discursos contra a corrupção, e fogos de artifício podem ser ouvidos.

A segurança do local está reforçada por homens do Batalhão de Choque da Polícia Militar e a frente do prédio foi cercada por grades, para impedir que os manifestantes tentem invadir o palácio, onde neste momento a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) decide, a portas fechadas, se dará parecer pela manutenção ou pela revogação das prisões.

Protesto na frente da Alerj aguarda votação (Foto: Reprodução/G1)

Protesto na frente da Alerj aguarda votação (Foto: Reprodução/G1)


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo