? ºC Tangará da Serra - MT

Política

12/07/2018 08:35 Folha Max

Procurador rejeita 2 vagas no Senado e disputa Governo de MT

Após gerar expectativa sobre qual cargo disputaria nas eleições de outubro, o procurador da Fazenda Nacional, Mauro César Lara Barros (Psol) volta ao cenário político e irá concorrer novamente ao Governo do Estado. Pautado na estratégia de não realizar pré-campanha e assim evitar especulações, o lançamento da candidatura deve acontecer apenas na convenção do partido em agosto, em Cuiabá, na Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso (Adufmat).

Existia a expectativa de Mauro Lara concorrer ao Senado, já que duas vagas estão em jogo, ou até mesmo a deputado federal, como na última eleição estadual. Em 2014, o Procurador recebeu mais de 85 mil votos e foi o sexto mais votado no Estado.

Porém, não foi eleito porque a legenda não atingiu o coeficiente partidário. O Psol em Mato Grosso deve manter os ritos de todas as campanhas, onde não coliga com nenhum outro partido.

A executiva da sigla determinou que os trabalhos estejam baseados no realizado nas eleições municipais de 2016. Inclusive, o procurador só falará sobre eleições após a aprovação da candidatura pelo partido.

Na ocasião, o procurador Mauro por pouco não chegou ao segundo turno na disputa em Cuiabá, numa disputa acirrada com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e o deputado estadual Wilson Santos (PSDB).  “Queremos fazer o mesmo feito de 2016. Tivemos peso político contra os adversários e quase fomos para o segundo turno”, disse Wilson Lara, membro da executiva da legenda e irmão do Procurador Mauro.

O dirigente do PSOL também pontua que seu irmão tem o perfil que o eleitor deseja, sem grupos políticos, e que não busca voto por interesses pessoais. Ainda descreve que os pré-candidatos ao governo, Pedro Taques (PSDB), Mauro Mendes (DEM) e Wellington Fagundes (PR) são da mesma "ninhada" e que população almeja mudança. "O povo não quer mais a mesma coisa que está aí, quer mudança. A população quer um voto consciente", aponta.

RACHA INTERNO

No início do ano, dois membros do Psol anunciaram a pré-candidatura ao governo pelo partido: o policial Leonel Reis e professor Alex. No entanto, Wilson disse que a executiva decidiu em escolha unanime pelo Procurador sem necessitar de outras discussões. 

Na nacional os rumos do partido segue em apoio aos petistas e comunistas. O partido lançou a pré-candidatura a presidência da República de Guillherme Boulos, que tenta garantir espaço no grupo e ser o substituto do ex-presidente Lula Inácio da Silva, preso após ser condenado por recebimento de propima envolvendo um Triplex no Guarujá.


Redes Sociais

Titulo fixo

Jornal Tangará Online

Avenida Historiador RUBENS DE MENDONÇA EDF - OFFICE TOWER -SALAS 1001 E 1002 Cuiabá MT
Fone (65) 3052-6030
E-mail: redacao@tangaraonline.com.br

EMC-Empresa Milas de Comunicação 
CNPJ 10.935.231/0001-40
e-mail :maykommilas@gmail.com

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo