? ºC Tangará da Serra - MT

Última Hora

11/04/2018 16:16 OLHAR DIRETO

Após denúncia de abandono de materiais didáticos, Seduc diz que livros serão reciclados

Após denúncias de abandono de um grande número de livros didáticos na antiga Escola Estadual Dom Bosco, em Barra do Garças (a 521 km de Cuiabá), a Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) afirmou que todo o material será reciclado. A Seduc explicou que o local funcionava como depósito de materiais e que todos os livros que aparecem nas imagens foram retirados para a reforma necessária para a implantação de uma nova escola.

O vereador Gabriel Pereira Lopes, o Zé Gota, havia enviado um ofício à Seduc nesta terça-feira (10) questionando sobre o abandono dos livros, já que observou que alguns estariam em bom estado e outros ainda estariam lacrados no plástico.
Zé Gota ainda perguntou por quanto tempo o material estava naquela situação e se ele poderia ser resgatado e reutilizado em uma escola.
A Seduc se manifestou por meio de uma nota dizendo que o material já teria ultrapassado o seu tempo de vida útil e será doado a uma empresa de reciclagem.
A Secretaria ainda explicou que a escola foi desativada em 2005 e desde então funcionava como depósito para as outras escolas do município. Com a reforma do local para a instalação da Escola Militar CB PM Vanilson Silva Carvalho os materiais armazenados tiveram que ser retirados.
Leia na íntegra:
 
Sobre o descarte de livros didáticos de Barra do Garças a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) esclarece que:
 
1 – A Escola Estadual Dom Bosco foi desativada em 2005, os quatro vigias da unidade foram mantidos, e o espaço transformado em depósito por todas as 19 escolas estaduais do município por 13 anos;
 
2 – No espaço se encontravam livros vencidos, materiais que eram utilizados para a reposição das 19 unidades estaduais e também de escolas municipais, carteiras e materiais inutilizados, entre outros materiais;
 
3 – Com a reforma da unidade para a instalação da Escola Militar CB PM Vanilson Silva Carvalho no Município foi necessário esvaziar o espaço e encaminhar os produtos para reciclagem ou doação;
 
4 – A Seduc informa ainda que a distribuição de livros didáticos às escolas de ensino fundamental e médio é realizada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que estabelece os critérios para o tempo de vida útil, uso e descarte dos exemplares;
 
5 – Segundo a instrução normativa nº 16\10 da Seduc, o tempo de vida útil de cada livro é de três anos, sendo que a escola ainda precisa armazenar o exemplar por mais dois anos, para então efetuar o descarte ou doação;
 
6 – A Secretaria ressalta que as obras podem ser doadas para empresas de reciclagem, sem retorno em espécie. E que neste caso, uma empresa foi contatada e já iniciou a retirada dos materiais armazenados no local.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo