? ºC Tangará da Serra - MT

Última Hora

13/04/2018 14:57 Gazeta Digital

Justiça da Rússia ordena bloqueio imediato do Telegram

O órgão regulador de mídia na Rússia conquistou na Justiça o direito de bloquear o aplicativo telegram imediatamente. A decisão foi tomada nesta sexta-feira (13).

Desde o mês passado o aplicativo está lutando contra os tribunais russos. Em março, foi determinado que a empresa deveria entregar as chaves de criptografia que permitiriam ao serviço secreto russo acompanhar qualquer mensagem feita através do Telegram.

O prazo final para entrega dessas senhas venceu no último dia 4 de abril, com a recusa do CEO da empresa Pavel Durov em entregar as chaves de criptografia.

Com isso, a Justiça ordenou o bloqueio do aplicativo em todo o país.

Depois que essa decisão foi anunciada, Durov se manifestou nas redes sociais afirmando que o aplicativo vai continuar funcionando, segundo a agência russa de notícia Tass.

“O Telegram usará métodos internos para contornar o bloqueio, que não exigem ação dos usuários, embora a acessibilidade de 100% do serviço sem VPN não seja garantida”, afirmou Durov.

Aplicativo de terroristas

O argumento do governo russo para exigir as chaves de criptografia do aplicativo é de que ele seria usado por terroristas.

Há registros de que o Daesh e seus apoiadores tenham usado o aplicativo para se comunicar, por confiar em sua segurança.

Os advogados do Telegram rejeitam a acusação e garantem que a entrega das chaves de criptografia viola a privacidade dos usuários.

O telegram é um dos aplicativos de mensagem mais utilizados do mundo, com cerca de 200 milhões de usuários ativos. 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo