? ºC Tangará da Serra - MT

Última Hora

05/06/2018 13:42 G1

Inquérito apura falta de luvas, gazes e medicamentos básicos no Pronto Socorro de Cuiabá

Um inquérito foi instaurado pelo Ministério Público Estadual (MP-MT) para apurar falta de insumos básicos e medicamentos no Pronto Socorro de Cuiabá (PSMC). 

Conforme denúncias registradas no órgão, falta de materiais básicos como gazes e luvas, por exemplo, estariam impedindo o pleno funcionamento da unidade.

A portaria que determinou a apuração das irregularidades foi instaurada em maio deste ano, após vistoria e relatório elaborado pelo Núcleo de Assistência Social do Ministério Público.

"Verifica-se que as irregularidades acima encontradas representam graves riscos a população, sendo que as mesmas podem configurar, eventualmente, lesão ao direito fundamental à saúde e ao princípio da dignidade da pessoa humana", diz trecho da portaria.

Segundo consta no documento, o hospital já precisou suspender parcialmente suas atividades por falta de medicamentos e foi constatado pela equipe do órgão a ausência de itens básicos como água bidestilada, luvas de todos os tamanhos, esparadrapos, gazes, aparelhos de barbear e seringas.

Dentre os medicamentos em falta no hospital, foram listados carvão ativado, óleos e pomadas cicatrizantes, antitrombóticos, diuréticos, anticonvulsivantes, sedativos, antifugicidas e antiparasitas, entre outros.

A equipe do núcleo de assistência apontou, ainda, ausência ou erro de informações nos lotes e validades dos fármacos e ausência do preço unitário dos medicamentos.

A falta de controle na entrada de remédios no hospital também foi apontada, "visto que os acompanhantes dos pacientes compram os medicamentos e os entregam na farmácia da unidade para que sejam utilizados no tratamento".


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo